Marketplace: oportunidade para impulsionar as vendas no mercado digital

O marketplace refere-se a um modelo de negócios que apresenta diversos recursos para auxiliar empresas e marcas a venderem seus produtos e serviços na internet. 

Essa plataforma é uma ótima oportunidade para impulsionar as vendas e, com isso, garantir uma maior lucratividade e visibilidade no mercado atual, haja vista que atinge consumidores de diferentes localidades. 

E você? Ficou curioso para entender um pouco mais sobre o marketplace? Nos próximos tópicos, você irá descobrir como utilizar esse canal, os principais tipos e alguns exemplos disponíveis no mercado. Acompanhe conosco! 

O que é Marketplace?

O marketplace é uma plataforma de compra e venda de produtos. De forma geral, refere-se a um site que contempla diversos vendedores e lojas, com diversas ofertas e produtos, proporcionando uma extensa variedade aos consumidores. 

Além das diversas circunstâncias de preço e de estoque disponíveis, o marketplace apresenta vários tipos de frete e de opções para os consumidores. 

Isso é possível pois, ao agrupar diversos vendedores e consolidar várias lojas virtuais em um ambiente digital comum, frequentemente o custo do frete é responsabilidade de cada comerciante, o que influencia a dinâmica de envios. 

No marketplace, também é frequentemente observado a presença de um espaço para avaliar as compras realizadas, bem como as análises de outros compradores. Esse ambiente apresenta um impacto significativo na reputação das lojas e serviços disponíveis na plataforma. 

Como funciona um Marketplace?

O marketplace apresenta três diferentes tipos de acesso. Primeiro, os vendedores ou os prestadores de serviço contam com uma entrada na plataforma para cadastrar seus produtos ou serviços. 

Além disso, o profissional responsável pelo gerenciamento do marketplace conta com um acesso que possibilita administrar os vendedores da plataforma. Por fim, os clientes têm a capacidade de acessar o marketplace para efetuar compras e contratar serviços. 

De forma geral, o gestor ou proprietário do marketplace cobra uma comissão dos vendedores por cada transação concluída. Outra alternativa é a cobrança de uma mensalidade fixa sobre cada fornecedor. 

Os clientes, por sua vez, apresentam acesso gratuito na plataforma, podendo realizar compras, solicitar orçamentos e avaliar a qualidade do atendimento e do serviço ofertado.  

Diferença entre e-commerce e Marketplace

O marketplace refere-se ao ambiente digital que agrega distintas marcas, lojas e produtos. Apesar de ser um local de concorrência, todos os comerciantes são beneficiados, fator que contribui para a permanência na plataforma. Além disso, as vantagens também são oferecidas aos clientes.

Por outro lado, o e-commerce é uma loja virtual própria de uma determinada marca ou empresa. Por conta disso, a empresa é responsável por todos os processos desse modelo, o que envolve a estrutura do site, as questões logísticas e financeiras e o marketing, por exemplo. 

Sendo assim, enquanto o e-commerce confere uma maior flexibilidade para personalizar e customizar a apresentação dos produtos, o marketplace funciona como um espaço que abrange vendedores de diversas regiões e funciona como um meio para atingir novos clientes

Além das diferenças listadas acima, você encontra, logo em seguida, outros pontos que diferem o marketplace e o e-commerce: 

  • Formato da receita;
  • Estrutura jurídica;
  • Forma de gerenciar o estoque;
  • Grau de abertura; 
  • Curadoria das lojas;
  • Produtividade dos produtos e serviços. 

Tipos de Marketplace

O mercado atual apresenta uma variedade de tipos de marketplace, os quais apresentam características próprias para objetivos específicos. Além disso, também podem ter um público-alvo diversificado. Conheça um pouco sobre cada um deles:

  • Marketplace B2C

O marketplace B2C, sigla para o termo em inglês Business-to-Consumer, é destinado a empresas que buscam divulgar seus produtos diretamente aos consumidores finais. 

Esse tipo de marketplace é muito popular no mercado, sendo utilizado por diversas empresas, como Amazon, Uber e Airbnb. 

  •   Marketplace C2C

O marketplace C2C, sigla para o termo em inglês Consumer-to-Consumer, é destinado às pessoas que desejam vender seus pertences para outras pessoas, geralmente são peças usadas. 

As plataformas que possibilitam esse tipo de comércio são o Enjoei, Mercado Livre e OLX. 

  • Marketplace B2B

O marketplace B2B, sigla para o termo em inglês Business-to-Business, é utilizado para conectar fornecedores que buscam vender seus produtos para outras empresas, principalmente no atacado. 

Além disso, o B2B também pode oferecer a venda de serviços. A Elo7 e a Loja do Mecânico são alguns exemplos desse tipo de marketplace. 

Quais as vantagens do Marketplace?

O marketplace confere diversos benefícios aos vendedores e compradores. Logo abaixo, você encontra as principais vantagens ao utilizar esse canal para fazer negócios: 

Visibilidade 

O marketplace apresenta a capacidade de expandir o alcance dos produtos para um número maior de pessoas. Nesse sentido, por ser um site que tem uma frequência elevada de visitantes, torna-se mais fácil atrair clientes novos

Diversidade de consumidores 

Caso o número de visitantes do marketplace aumente, é esperado que a audiência seja mais diversificada, incluindo uma variedade de perfis. 

Sendo assim, não apenas aumenta a visibilidade, mas também a diversidade de consumidores, os quais serão expostos aos negócios que desejam. 

Além disso, é comum que o marketplace tenha um volume elevado de busca pelos diversos produtos ofertados, o que amplia a possibilidade de atrair clientes de outras localidades. 

Estrutura tecnológica 

A estrutura tecnológica do marketplace confere uma vantagem significativa, principalmente para as pessoas que estão iniciando no setor eletrônico. 

Nesse sentido, a falta de experiência ou de conhecimentos avançados em programação de websites ou, até mesmo, a indecisão sobre qual plataforma de comércio eletrônico contratar, podem ser resolvidos ao estabelecer uma loja em um marketplace. 

O marketplace oferece uma infraestrutura pronta na própria plataforma. Assim, os recursos necessários para cadastrar, publicar, vender e receber um produto já estão disponíveis na plataforma.

Menor investimento no negócio 

Como a plataforma de marketplace já apresenta uma estrutura sólida para os processos de venda, os investimentos tendem a ser menores, haja vista os gastos para publicar, vender, entregar e faturar com os produtos são poupados. 

Dessa forma, com a economia de dinheiro para a estrutura, é possível investir em outros ramos, como marketing, estoque e diversificação de produtos. 

Alto potencial de faturamento 

O marketplace é um excelente canal para ampliar o número de vendas, o que aumenta a lucratividade dos negócios

Além disso, a visibilidade, o potencial para atrair clientes, a economia de investimentos para estruturar o negócio também contribuem para potencializar os lucros. 

Exemplos de Marketplace

Após entender de forma abrangente o marketplace, é importante conhecer alguns exemplos, os quais você encontra, logo abaixo: 

Amazon: marketplace de produtos físicos

A Amazon representa um marketplace tradicional, especializado na comercialização de produtos físicos. 

Inicialmente, a empresa comercializava seus próprios livros, CDs e DVDs pela internet. No entanto, diante do aumento da procura, a empresa atendeu às exigências do público, transformando-se em um dos marketplaces mais reconhecidos globalmente. 

Uber: marketplace de serviços

O Uber é uma plataforma de serviços que conecta motoristas a passageiros, permitindo solicitações rápidas e descomplicadas, por meio de um aplicativo. 

Além disso, a empresa retira uma taxa de 25% sobre as transações efetuadas. 

Airbnb: marketplace de aluguel 

O Airbnb é um marketplace destinado ao serviço de alugar espaços, ou seja, permite que viajantes encontrem um local para se hospedar. 

Em relação à monetização, a empresa recebe uma comissão sobre as transações realizadas na plataforma. 

Doctoralia: marketplace de agendamento 

O marketplace de agendamento é amplamente vantajoso para profissionais que necessitam agendar horários, como psicólogos, dentistas, médicos e terapeutas. 

O Doctoralia é uma plataforma destinada à divulgação de profissionais da saúde, possibilitando a apresentação dos perfis profissionais, bem como o agendamento de consultas. 

Apple Store: marketplace de produtos digitais

A Apple Store é especializada na venda de produtos digitais, a qual permite a conexão entre criadores de aplicativos com os usuários do iPhone.